ÁGUIA DOURADA

ÁGUIA  DOURADA

Todas as matérias podem ser veiculadas, desde que citada a fonte.

terça-feira, 29 de maio de 2012

NEO-XAMANISMO NO CÉU DA ÁGUIA DOURADA

Conforme mencionado em artigo anterior, o trabalho com a Ayahuasca, conforme o concebemos no Céu da Águia Dourada, é essencialmente um processo de busca do autoconhecimento e do conhecimento de outras dimensões.

O aconselhamento xamânico constitui uma forma de acesso e recuperação de informações através do canal subconsciente utilizada pelas civilizações arcaicas, podendo, no entanto, ser adaptada ao contexto da atualidade, através de um conjunto de técnicas que possibilitam o indivíduo aprender a transpor as barreiras entre os mundos físico e o visionário.

O Xamanismo não concebe dogmas ou vincula-se a alguma religião formal mas apoia-se na convicção de uma Rede Universal de Poder que sustenta toda a Vida. Todos os elementos que constituem o meio ambiente são dotados de espírito, estão interligados e deste equilíbrio depende a sobrevivência da humanidade. Esta Rede de Poder da Natureza é, além de princípio doador da Vida, fonte de toda atividade bem sucedida quando com Ela nos harmonizamos.
Quando salientamos como “neo” a nossa forma de Xamanismo, temos apenas o intuito de esclarecer que não nos situamos atrelados a alguma tradição ou adotamos princípios de uma civilização diferente daquela na qual nascemos na atual encarnação. No entanto, utilizamos nas nossas práticas recursos modernos possibilitados pela tecnologia atual, além dos antigos resgatados / adaptados.
A mentalidade libertária e holística da Era de Aquário veio “ levantar o véu” de muitos conhecimentos durante milênios adormecidos ou “calados” por força de uma censura que procurou igualar e uniformizar a maravilhosa diversidade da inteligência e da espiritualidade humanas.
Não obedecemos a normas de uma organização, não seguimos regulamentos nem nos deixamos limitar por doutrinas. Cada um é livre para crer, colocar em prática os ditames da sua consciência e arcar com a responsabilidade implícita nessa liberdade. A nossa é uma Escola de busca da nossa Verdade interior e de prática espiritual.
Independente da uma crença ou convicção pessoal, qualquer um pode praticar e beneficiar-se das técnicas aprendidas.

A atuação xamânica é bem pragmática e apoiada na funcionalidade. Determinados métodos ou práticas se comprovaram eficazes e ao sucesso dos resultados palpáveis se deve o fato do Xamanismo ter podido sobreviver ao longo dos séculos, apesar das tentativas generalizadas e incansáveis de missionários cristãos para os quais ele representava séria ameaça a sua estrutura hierárquica de cunho submisso e inquestionável, assim como também da rejeição plena de superioridade do racionalismo cartesiano.

Hoje “absolvido” pela Antropologia, emerge para a “civilização” como prática que se alinha junto as psicoterapias modernas.
Nas tradições antigas o xamã geralmente era selecionado por herança ou mediante acidente / enfermidade que implicasse em risco de vida, submetendo-se a um treinamento rigoroso e comprovando suas habilidades através de testes iniciáticos não raro brutais.
Como o essencial do Xamanismo não se reduz a colocar um cocar na cabeça e imitar rituais cujo significado se desconhece, na moderna sociedade ocidental qualquer homem ou mulher que demonstre, por inclinação e afinidade desinteressada de vínculos materiais, aptidão para exercer a medicina do Espírito, realizar o voo extático e honrar a Rede Universal de Poder representada na Natureza do nosso planeta, pode empreender a sua busca, aprender e praticar o Xamanismo.
Porque Xamanismo é simplesmente saber direcionar energias e transpor barreiras – e não é prerrogativa de específicas tradições culturais. É um bem do qual qualquer ser humano pode usufruir, desde que aprenda a utilizá-lo.
http://youtu.be/prag917gcgI?t=2m26s